II Workshop de Formação Missionária
O Presidente Nacional da IELB irá ministrar uma palestra em que abordará os desafios da igreja ...
Três congressos agitaram o fim de semana da 3lb Regional Sudeste
...
Congresso Regional da LLLB Sudeste reúne 250 leigos
Evento aconteceu nos dias 24 a 26 de agosto, na CEL Cristo de Santa Maria de Jetibá, ES ...
Convite para o XXII Congresso da LLLB
Vídeo do presidente da Liga de Leigos Luteranos do Brasil (LLLB), Samuel Neugebauer, sobre o X ...
Lema 2017 - IELB
Apresentação do tema da IELB para 2017: Vou viver e anunciar o que o Senhor tem feito: na vida ...
Lema da Ielb 2016
Apresentação do tema da IELB para 2016: Vou viver e anunciar o que o senhor tem feito - Na vid ...
Vidio institucional do 21º Congresso Nacional da LLLB, em Guarapari-E
Convite para o 21º Congresso Nacional da LLLB, em Guarapari-ES ...
Presos da Esperança do Advento
Uma breve reflexão do Rev. Matthew C. Harrison, Presidente da Igreja Luterana do Sínodo de Missouri-EUA
O profeta Zacarias viveu após o grande Cativeiro Babilônico e encorajou o povo de Deus, apontando para o Cristo que viria. Ele também nos deu um dos nossos grandes textos do Advento sobre a vinda de Cristo.

Alegre-se muito, povo de Sião!
Moradores de Jerusalém, cantem de alegria,
pois o seu rei está chegando.
Ele vem triunfante e vitorioso;
mas é humilde, e está montado num jumento,
num jumentinho, filho de jumenta. (Zc 9.9).

Advento significa "vinda". Nestas semanas de dezembro, estamos sendo advertidos pela Lei com temas de arrependimento. "Arrependei-vos! Porque o reino de Deus está próximo " - o primeiro sermão vindo da boca de João Batista e de Jesus também (Mt 3.2; 4.17). Somos lembrados de que Cristo veio como um bebê em Belém, nasce como Deus e homem para ir do berço para a cruz. Cristo continua a vir a nós em Sua santa Palavra (Rm 10.17), na absolvição (João 20.21a), no Batismo (Gl 3.27) e na Santa Ceia (1 Co 10.16-17). E Cristo virá novamente na ressurreição: "Eu virei novamente e levá-lo para mim mesmo" (João 14.3). Desta maneira, o Advento olha para o passado, para o presente e para o futuro com esperança! 

Outro verso de Zacarias me impressiona: "Voltai para a fortaleza, ó presos da esperança; também, hoje, vos anuncio que tudo vos restituirei em dobro." (Zc  9.12). Porque este mundo está mais perto de seu fim, esta palavra de esperança é mais preciosa hoje do que era em 520 a.C.. Apesar deste mundo miserável, das crises econômicas, dos absurdos políticos, dos conflitos globais, da ameaça onipresente do radicalismo islãmico, do declínio da Igreja no Ocidente, da realidade chocante daquilo que o nosso governo agora chama de mal o que a Bíblia chama bom e chama bom o que a Bíblia chama de mal, apesar de tudo, eu continuo a ser um "preso da esperança". Eu estou acorrentado a um final, um futuro otimista! Eu sou preso da esperança de Cristo.

A Bíblia disse que seria assim. "Os gentios esperarão em seu nome [de Cristo!]" (Mt 12.21). Os cristãos são o povo da esperança. A esperança está profundamente enraizada nas antigas promessas do Antigo Testamento. A esperança enche os Salmos (Sl 130.7; 119.49), que repetidas vezes referem-se a nós a respeito dos milagres do Senhor como abrigo para a verdade inabalável de suas promessas, venha o que vier, haja o que houver.

O Novo Testamento explode em esperança. Através de Cristo, temos "acesso pela fé a esta graça", e assim "nos gloriamos na esperança da glória de Deus" (Rm 5.2). "A paciência traz a aprovação de Deus, e essa aprovação cria a esperança. Essa esperança não nos deixa decepcionados, pois Deus derramou o seu amor no nosso coração, por meio do Espírito Santo, que ele nos deu." (Rm 5.4-5). Sim, toda a criação geme e sofre sob o fardo do pecado, mas é tudo para o propósito da esperança (Rm 8.8). A fé é a certeza nas promessas de Cristo, embora invisível, e, assim, a fé também é a esperança, e isso significa que a esperança traz paciência (Rm 8.24-25). Porque nós sabemos o final da história e certamente seremos ressuscitados com Cristo, "Porque tudo o que está nas Escrituras foi escrito para nos ensinar, a fim de que tenhamos esperança por meio da paciência e da coragem que as Escrituras nos dão." (Rm 15.4).

Você está sem esperança? Aprofunde-se nas Sagradas Escrituras! Paulo lembrou aos Romanos que as Escrituras prometeram que "Virá um descendente do rei Davi, filho de Jessé... nele os gentios esperarão." (Rm 15.12). E essa bênção é tão poderosa hoje como foi quando Paulo escreveu: "Que Deus, que nos dá essa esperança, encha vocês de alegria e de paz, por meio da fé que vocês têm nele, a fim de que a esperança de vocês aumente pelo poder do Espírito Santo!" (Rm 15.13).

Sabemos que a eternidade é nossa; temos nada mais, nada menos que a vida eterna pela frente. Cada um de nós tem uma motivação, um chamado e uma vocação cristã - um propósito especial que nos foi designado por Deus nesta vida para servir e amar aqueles que nos rodeiam. Pedro nos convoca para falar de Cristo em nossas vocações: "Tenham no coração de vocês respeito por Cristo e o tratem como Senhor. Estejam sempre prontos para responder a qualquer pessoa que pedir que expliquem a esperança que vocês têm." (1 Pe 3.15). Você tem Cristo ao seu lado, e "Cristo em vós, a esperança da glória" (Cl 1.27).

Assim, "não fiquem tristes como ficam aqueles que não têm esperança." (1Ts 4.13), como você enfrenta a morte e provações desta vida. Neste Advento, aconteça o que acontecer, "Guardemos firme a confissão da esperança, sem vacilar, pois quem fez a promessa é fiel" (Hb 10.23).

Ó Senhor, na Tua vinda, faze-nos, mantenha-nos e encontre-nos "presos da esperança".


Tradução livre. Texto original em inglês em: http://blogs.lcms.org/2015/prisoners-of-advent-hope

Rev. Matthew C. Harrison
Site oficial da LCMS
quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

Comente este post!

3LB Sudeste - IELB
3LB Sudeste - Liga de Leigos Luteranos do Sudeste
IELB - Igreja Evangélica Luterana do Brasil


Tel: (27) 98145-9451 (27) 98837-0579 - E-mail: contato@lllbsudeste.com.br
2014-2019 - Todos os Direitos Reservados - Liga de Leigos Luteranos do Sudeste
Desenvolvido por: Wagner Jann